sábado, 25 de abril de 2015

Concurso para delegado de PE é suspenso

A Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE) informa que o concurso para delegado de polícia de Pernambuco, cujas as provas seriam realizadas neste domingo (26) por 24.967 inscritos, foi suspenso pela Justiça. A decisão do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Évio Marques da Silva, é favorável ao pedido de liminar apresentado por uma das candidatas, que denunciou irregularidades no processo de dispensa de licitação da Secretaria de Defesa Social do Estado para contratação da empresa realizadora concurso.
A empresa contratada (Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco – Iaupe/Conupe) é a mesma responsável por organizar a seleção pública para agente de trânsito de Ipojuca, suspenso na semana passada após prisão de uma quadrilha de fraudadores acusada de venda de gabaritos e pontos eletrônicos.
NOTA DA SDS

O Governo de Pernambuco comunica aos inscritos no concurso para Delegado da Polícia do Estado de Pernambuco, cujos exames estão marcados para este domingo, dia 26 de Abril de 2015, que em função de liminar concedida, em ação cautelar, pelo Juiz da 2º Vara da Fazenda Pública, ficaram suspensas as provas que serão realizadas em data a ser definida, após desfecho da referida demanda judicial.
Fonte-aspol

quinta-feira, 23 de abril de 2015

O QUE É ISSO COMPANHEIRO?

Carvalho me surpreende cada vez mais! Quando penso que ele já usou de todo seu peleguismo para mais uma vez deturpar a verdade e os fatos, vem com essa de "tumulto" orquestrada por uma associação que tem nos seus quadros de associados Agentes Penitenciários.  Acho que ele "Gazeou" as aulas de português na parte de interpretação de texto. Confundir CONVOCAÇÃO com TUMULTO é no mínimo falta de responsabilidade e porque não dizer um CRIME contra nossa inteligência. O que todos podem ler no POST é a frase: "CONVOCA A CATEGORIA", mas como sempre o REI CARVALHO, MAL COROADO, NÃO ACEITA FISCALIZAÇÃO DOS SEUS ASSOCIADOS E DISTORCE A VERDADE!
Minha doce e amada mãe sempre me diz: "Meu filho, se não pode com o peso do balaio, não coloque a arrudia na cabeça!". Ora, não tem condições de ser presidente do SINDASP, renuncie! Se não tem condições de aceitar cobrança pela base da categoria, RENUNCIE!  Agora, não distorça, não minta, não ludibrie e, sobretudo, tenha hombridade! Porque tanto medo de ter alguém da base participando das reuniões com o Governo?  Será que tem algo a esconder? Sua atitude direciona para que todos pensamos desta forma. Quando criticamos sua gestão e sua atitude você ameaça processar, deixando claro seu desespero e despreparo para representar uma categoria de guerreiros como a nossa! Aliás, dialogar com você fica difícil até porque seu nervosismo o deixa gaguejando, precisando até mesmo do "close caption" para entender o que diz! Sem falar do guarda chuva que precisamos ter no momento para evitar o banho de saliva. Características de pessoas despreparadas para o diálogo construtivo.
O que queremos e COBRAMOS é transparência com nossa vida profissional! Nada mais que isso! Deixe de ser arbitrário, desagregador e pusilânime. Você não absorveu ainda o recado da categoria? Estamos divididos! Sua reeleição ocorreu por um mínimo de votos o que significa sua gestão não foi boa. A categoria está cansada desse tipo de política conchavista que vem praticando na surdina da noite, juntos com seus asseclas que nada fazem a não ser usar o SINDASP como extensão da sua casa para praticar o "nepotismo" imoral que enriquece sua família com o salário pago por nós, associados.
Nós, AGENTES PENITENCIÁRIOS, temos o DIREITO de cobrar a participação dos que fazem parte da base e do cumprimento do que foi votado em assembleia nas negociações com o Governo. Não é um favor que você nos faz, mas a nossa vontade, pois o SINDASP NÃO É SEU!  É DE TODOS NÓS! O SINDASP não faz parte dos seus bens, nem será juntado a sua herança. Nosso sindicato é fruto de luta, perseverança e determinação de todos que construíram seu alicerce. Lembre-se! Foi ponto de suas propostas a participação da base nas negociações com o Governo! Já esqueceu? Aliás, isso é comum nos ditadores e totalitaristas que tem sanha de poder e monopoliza as decisões para si. O que lhe separa da oposição são apenas NOVE VOTOS! Não seja medíocre na sua gestão, pois sendo assim, estará fadado a ser cobrado pelos que não são. Somos uma oposição consciente e ordeira. Estamos querendo construir em conjunto, mas ao que parece você tem medo dessa construção e desse diálogo, tendo em vista as calúnias que vem apresentando e as AMEAÇAS CONSTANTES DE PROCESSAR QUEM LHE JOGA NA CARA A VERDADE! Tenha coragem de enfrentar os problemas como um dirigente probo e não como um rato que se esconde atrás da cortina do peleguismo e da desconstrução, deturpando a verdade dos fatos.
 Não houve em momento algum distúrbio, celeumas ou nenhuma horda na SAD ontem para criar estorvo na reunião que estava prevista para ocorrer. O que existiu foi um grupo de Agentes Penitenciários preocupados com o futuro da categoria e no que seria negociado com o Governo. O que seria colocado na mesa como moeda de troca, pois já perdemos tantos direitos que só nos falta agora perder a ALMA. Você deveria se cercar de pessoas como estas que querem o bem da categoria e não com essa diretoria que é uma mescla de falsos cristão que se esconde atrás da bíblia citando parte dos seus trechos para justificar-se, mas pratica o nepotismo, que fere a ética e moral, coisas abomináveis aos olhos de DEUS e um presidente de uma associação fantasmagórica que tem nos seus quadros de associados apenas "um", ele mesmo o qual propôs A REGULARIZAÇÃO DAS CANTINAS DENTRO DAS UNIDADES PRISIONAIS, mesmo sabendo que servem para lavagem de dinheiro ilícito. Mas o que esperar de uma criatura dessas? Limitado no pensar e no agir, um dirigente inócuo daqueles que só serve para sair na foto e fazer número em reunião, conhecido como papagaio de pirata! Essa é a cara da atual gestão.
Agora, companheiros me digam se essa foto abaixo é de um grupo que foi para a reunião com a SAD causar tumulto! Contra FOTO não há argumento!

Por - Adielton

sábado, 18 de abril de 2015

Convocação da categoria para participar de reunião na SAD

Os Agentes Penitenciários do grupo ‘Resgata SINDASP’ e o diretor da Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE), Lenivaldo, convocam a categoria para participar ativamente da reunião do Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (SINDASP) com a Secretaria de Administração (SAD). O encontro acontecerá no dia 22 de abril, às 15h, e os Agentes estarão concentrados na frente da SAD, situada na Avenida Engenheiro Antônio de Góes, n.º 194, Pina, Recife/PE.
O objetivo é cobrar da diretoria do SINDASP que um servidor da base possa participar da reunião, já que os integrantes do Sindicato estão desmotivados por conta de acontecimentos que prejudicaram os ASPs. Entre os eventos está: o não aumento do vale-refeição; cobrança de 15% de honorários contratuais dos sindicalizados; estrutura insalubre das unidades prisionais; falta de equipamentos de proteção individual; viaturas sucateadas; além de posicionamentos duvidosos do SINDASP em prol do Governo; como orientar os recém-empossados a não utilizar arma de fogo e não brigar pelos sobrestados, podendo estes não ser enquadrados administrativamente.
O diretor da ASPOL/PE, Lenivaldo, acredita que “a união é fundamental nesse momento de crise de identidade do Sindicato, que precisa avançar em virtude dos grandes prejuízos causados à classe, sobretudo por falta de atuação sindical”. O ‘Resgata SINDASP’ também conta com a participação de todos os Agentes Penitenciários, sindicalizados ou não. “Precisamos decidir nossos três anos com ou sem Sindicato, pois desse jeito receberemos o pior salário do estado para nível de escolaridade superior. Além disso, expomos nossas vidas no dia a dia, por falta de EPI’s e de efetivo, demonstrando total submissão dessa diretoria do Sindicato com o Governo”, afirmou Leônidas, integrante do grupo.
Fonte-aspol

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Audiência sobre Segurança Pública

A Diretoria do Sindasp-PE convoca a todos os agentes penitenciários a participar da audiência pública que será realizada nesta quinta-feira (16.02), na Assembleia Legislativa de Pernambuco.


Fonte-sindasppe

87% querem redução da maioridade penal

Uma pesquisa Datafolha revelou que 87% dos brasileiros entrevistados querem a redução da maioridade penal no país de 18 para 16 anos.
Trata-se do maior percentual já registrado pelo Instituto Datafolha desde 2003, quando foi feito o primeiro levantamento sobre o tema. Na época, 84% dos brasileiros afirmaram ser a favor da redução.
Apenas 11% são contra a mudança que está em discussão em uma comissão especial na Câmara. Os indiferentes correspondem a 1%, e não souberam responder, 1%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.
Após ser votada na Câmara, e se for aprovada, a medida seguirá para o Senado.
Entre os favoráveis à mudança, 74% defendem a redução da maioridade penal para qualquer crime, e outros 26% apenas para determinados crimes.
O assunto é polêmico e tem dividido estudiosos, políticos e entidades da sociedade civil. Enquanto os que são contrários à redução da maioridade penal no país dizem que o sistema carcerário comum será uma escola do crime para os jovens, os que defendem a mudança afirmam que os jovens de 16 anos já entendem o que é crime e estão sendo aliciados por adultos, uma vez que sofrem punições mais leves.
Fonte-opiniao


Igreja Universal abrirá concurso para pastor; salário é de R$ 8 mil

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) abrirá o primeiro concurso para pastor da Igreja Universal do Reino de Deus.
Segundo representante da Universal, o concurso público tem a intenção de recrutar profissionais qualificados para participarem do “a grande expansão da Palavra” e a “cultura popular de Deus”. “Já conquistamos nosso espaço em 172 países. Temos obras sociais espalhadas nos quatro cantos do globo. Precisamos de profissionais não apenas ungidos pelo Espírito Santo e preparados no fogo do Pai das Luzes para cumprir nossa missão evangelizadora, mas também de pastores com conhecimento técnicos para darem continuidade a essa obra tremenda” explica empolgado o pastor Ricardo Ibrahim, responsável interno da IURD pela organização do concurso.
Adavilson dos Santos, de 23 anos, morador de Guarulhos, pensa em fazer o concurso “Estou muito ansioso, sou pastor desde os meus 18 anos e obreiro da minha igreja desde os 11. Colei grau em Teologia ano passado. Sempre estudei bastante. Esta é uma oportunidade muito grande na carreira de qualquer pastor e não vou perdê-la”, vibra o jovem.
As vagas serão abertas para candidatos do sexo masculino com curso superior em quaisquer áreas. Candidatos com Bacharelado em Administração Eclesiástica ou Pós-Graduação (mestrado e doutorado) em Administração de Igrejas e disciplinas afins ganham pontos na prova de títulos. O número de vagas não foi divulgado. O salário inicial na investidura do cargo é de R$ 8.234,82 mais benefícios.
Fonte-meionorte


ASPOL atesta capacidade técnica de Agentes Penitenciários para renovação e compra de arma

A Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE), em parceria com o Clube de Tiro do Agreste (CTA), atestará a capacidade técnica dos Agentes Penitenciários associados para a renovação e compra de arma. O laudo será feito por instrutor de tiro credenciado pela Polícia Federal.
Para se inscrever, o associado deve comparecer pessoalmente na SEDE ou entrar em contato com o diretor Paulo Rocha pelo número (81) 9838-3333. O laudo custa R$ 80,00 com a munição do associado ou R$ 130,00 com a munição do clube. Vale lembrar que o valor é diferenciado e o menor praticado em Pernambuco.
Vamos fortalecer ainda mais nossa entidade classista e transformar os rumos da Polícia Civil de Pernambuco.
Filie-se e participe da ASPOL/PE.
Atenciosamente,

Diego de Almeida Soares

segunda-feira, 13 de abril de 2015

IRREGULARIDADES AMEAÇAM CONCURSO DE DELEGADO EM PERNAMBUCO

A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco – ADEPPE protocolou na última sexta-feira (10), no MPPE, através do Promotor de Justiça Maviael de Souza Silva, coordenador das Promotorias de Defesa do Patrimônio Público, denúncia de irregularidades na realização do concurso público para 100 vagas de Delegado de Polícia. A associação alega em seu arrazoado que o processo licitatório encontra-se viciado, pelo fato de ter a SDS utilizado indevidamente o sistema de dispensa de licitação para contratação da IAUPE, uma entidade local que não atende o critério legal da “inquestionável reputação ético-profissional”.
Para o presidente recém-eleito da Adeppe, Delegado Francisco Rodrigues, “as irregularidades são muitas, por exemplo, não está prevista a participação da OAB no certame, diferentemente do que ocorre com os outros concursos para as demais carreiras jurídicas do Estado. Some-se a isso o fato de não se ter dado tempo hábil para que empresas reconhecidas nacionalmente apresentassem propostas, razão pela qual somente três instituições desconhecidas entregaram propostas e apenas a pernambucana IAUPE, que vem realizando vários concursos para a Prefeitura do Recife e Governo do Estado, foi selecionada”.

A associação aponta ainda outro problema relativo ao fato de haver no processo licitatório três Termos de Referência diferentes, um deles assinado por pessoa estranha aos quadros da Polícia Civil, instituição que solicitou a realização do certame. “Para um governo que prioriza a segurança pública, diante de tantas irregularidades, deveria promover a suspensão imediata do concurso, até a apuração das graves denúncias, o que evitará maiores prejuízos aos candidatos e principalmente à sociedade”, afirmou Rodrigues. E completou: “em que pese à urgência de recompletamento de pessoal, o concurso para o cargo de Delegado deve ser realizado com absoluta lisura, afinal são estes profissionais que vão decidir sobre a liberdade das pessoas. Um concurso mal elaborado, pode até permitir a infiltração de membros de organizações criminosas no seio da Polícia Civil”.
Fonte-adeppe

domingo, 12 de abril de 2015

MT: homem tenta subornar Polícia com R$ 500 MIL, para não ser preso

A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu na cidade de Canarana, a 838 quilômetros de Cuiabá, um homem que carregava cerca de R$ 3,2 milhões na carroceria de uma caminhonete. Ao ser flagrado, José Silvan de Melo, de 41 anos, conhecido por "Abençoado", ofereceu R$ 500 mil reais aos investigadores para ser liberado. O caso aconteceu no último domingo (5), mas só foi divulgado pela polícia nesta terça-feira (7).
A quantia apreendida estava dividida em três sacos escondidos na carroceria da caminhonete, embaixo de esterco, cerâmicas, madeiras e alimentos. Quando abordados pelos policiais, "Abençoado" rapidamente disse: "é real, deixe isso aí e vamos conversar".
Ele já é investigado pelo Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), de Recife (PE), por tráfico internacional de drogas. Em 2014, ele foi preso na capital pernambucana com o volume de R$ 940 mil e ofereceu R$ 200 mil à Polícia para não ser detido. Na delegacia, o suspeito alegou ser "cidadão de bem", proprietário de fazendas na região e comprador de gado. O delegado de Canarana, João Biffe Júnior, informou que o oferecimento de propina foi registrado em vídeo e será usado como prova no inquérito policial.
De acordo com o delegado, “Abençoado” não apresentou qualquer documentação da origem do dinheiro. "Ele confessou que enterrava tais valores por questões de segurança", disse Biffe Junior.
A quantia milionária apreendida pela Polícia Civil foi depositada em uma conta da Justiça, vinculada ao auto de prisão em flagrante. O delegado responsável pelo caso pediu a prisão preventiva do suspeito e solicitou sua transferência para a Penitenciária Central do Estado (PCE), alegando alta periculosidade do preso, com provável envolvimento em assaltos a banco e tráfico internacional de drogas.

Fonte-fatimanews